Brenner Faleiros

Gabriela Rebelatto

Camille Gabriely

Luiz Ala

Paulo Leal

João Magalhães

João Pedro

Maria Eduarda

 

Jonathan Marcelo

Fernando Reis

Jasmine Guerreiro

Maria Clara Lima

João Soares

Pedro Diniz

Geovanna Rodrigues

Josuênio Junior

kauanne Costa

 

LOBO GUARÁ

Você já ouviu falar do lobo-guará? Esse lobo é uma espécie de mamífero que vive principalmente no cerrado brasileiro e é considerado o maior canídeo Sul-Americano. Além do território brasileiro, ele pode ser visto na Argentina, Bolívia, Paraguai, Peru e Uruguai. Seu nome científico é Chrysocyon brachyurus e apresenta parentesco com os cachorros domésticos e os lobos selvagens.

De pernas longas, orelhas grandes e pelos de cor laranja-avermelhada em grande parte do corpo, esse animal atinge até um metro de altura e chega a pesar até 30 quilos. Apresenta uma região no dorso e nas patas dianteiras e traseiras com pelos pretos. No pescoço do animal, no interior das suas orelhas e na cauda, os pelos são brancos.

A dieta do lobo-guará é onívora, pois alimentam-se de pequenos animais e de frutos. A lobeira (Solanum lycocarpum) recebeu esse nome por servir de alimento para esse animal, sendo considerada uma importante e constante parte da sua alimentação. Uma relação interessante surgiu entre esse animal e a lobeira. Observou-se que as sementes, após passarem pelo sistema digestório do lobo-guará, germinam mais rápido quando comparadas àquelas que não passaram. A lobeira ajuda o lobo, e o lobo ajuda a lobeira!

A alimentação do lobo-guará varia durante as estações seca e chuvosa do Cerrado. Quando é época de chuva, ele alimenta-se mais de frutos. Quando a estação é seca, a baixa quantidade de plantas faz com que esse animal opte por uma dieta mais voltada para pequenos animais.

CEPMG NN

Escola de Civismo e Cidadania

Colégio Militar

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon
  • Instagram Social Icon